nov
12
2015

Conheça o jovem que investiu R$ 1 mil e hoje é chamado de rei

151013203727_mare_personagem_2_624x351_diegoalvesiecom_nocredit

Em tempos de crise, não há quem não se faça a pergunta “e se eu não tiver mais o meu emprego?”. A BBC Brasil selecionou histórias de pessoas que conseguiram se reinventar e dar a volta por cima diante de situações difíceis  e vamos resumir uma delas, para que você motive-se a empreender.

Desenvolver um bom trabalho e desempenhar um papel indispensável em uma empresa dá um pouco mais de segurança na hora de passar por momentos desafiadores. Mas, é sempre bom conhecer histórias inspiradoras.

George dos Santos tinha quase 20 anos e nenhuma perspectiva de emprego ou estudo ao sair do quartel. Já sabia de cor as ruas de Nova Iguaçu, cidade da Baixada Fluminense, de tanto que as percorrera em busca de trabalho, mas, apenas com o diploma do ensino médio, nada conseguia.

Agora a situação estava um pouco pior: ele pediu R$ 1 mil emprestados a um amigo para iniciar um negócio próprio, uma venda de frango assado no bairro. Teria de pagar R$ 1,3 mil – juros de 30% – e não via o negócio prosperar.

Do mesmo amigo ouviu o conselho que mudou sua vida: “Rapaz, escolheu o lugar errado. Lugar bom de fazer negócio é na favela”. Hoje, nove anos e meio depois, ele é conhecido como o “rei do frango” no Complexo da Maré, zona norte do Rio.

Este ano, George investiu R$ 50 mil para comprar o ponto onde ficava a assadeira de frango e reformou o lugar para colocar mesinhas. Ele já vende cerca de 1,7 mil frangos por semana, a R$ 12 a quentinha, que vem com frango assado, batatas coradas no açafrão e farofa. Envolveu a mãe e a irmã para incrementar o cardápio e já tem quatro funcionários.

A Acimaq acredita no empreendedorismo que resulta em histórias de sucesso como a do George. Por isso, oferece uma série de produtos para quem tem o desejo de ter negócio próprio ou para quem quer renovar os equipamentos de uma empresa já estabelecida. Conheça alguns dos nossos produtos clicando aqui.

111

Além de bons produtos, você precisa ter alguns pontos em mente, registrados na publicação da BBC:

PLANEJAR – é preciso fazer um plano de negócios, definindo bem o que quer fazer e que tipo de negócio terá. É importante também listar possíveis fornecedores, onde você irá buscar os insumos que utilizará no negócio.

BUSCAR CRÉDITO PRODUTIVO – se precisar de um empréstimo, a dica é buscar o crédito em bancos, serviços e agências de fomento especializadas e voltadas para pequenos empreendedores. Esses serviços podem oferecer crédito sem os juros altos cobrados pelos financiadores tradicionais.

FORMALIZAR A EMPRESA – criar uma empresa ou se transformar em MEI (microempreendedor individual) permite que o empreendimento ganhe vários benefícios fiscais, como o direito de pagar menos imposto, emitir nota fiscal e comprar no atacado.

ESTUDAR – o sucesso do seu empreendimento está diretamente ligado ao nível de informação que você possui sobre aquele negócio. Portanto, é preciso estudar, tanto concluindo o ensino formal, para quem não o tem, como buscando cursos de qualificação na área em que o empreendedor resolveu investir.

 

Quer ler a matéria completa? Acesse este link: http://migre.me/s5WE1

Sobre o Autor: Agência Teia

Post fechado para comentários.