jan
13
2016

Confira os principais erros e acertos na gestão de restaurantes

blogUm triste índice revelou o cenário dos restaurantes no Brasil: três em cada 100 sobrevivem por uma década. É o que constatou a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-SP).

Para que o negócio engrene, algumas dicas devem ser seguidas e a Acimaq preparou uma reunião do que fazer e o que não fazer na hora de pensar em gerir o seu estabelecimento.

 

O que fazer antes de montar seu restaurante

  1. Escolha um ponto comercial que leve em consideração o tipo de serviço que você vai oferecer, se é self-service ou a la carte. Muitos empreendedores cometem o erro de achar, por exemplo, que basta a rua ser movimentada para garantir muitos fregueses. Outros acham que o melhor é ficar longe de um concorrente mais forte. A estratégia a ser utilizada depende de vários fatores que precisam ser analisados. Pesquise ou busque a ajuda de um profissional especializado;
  2. Faça um plano de negócios detalhando o seu negócio em diversos setores, como financeiro, marketing, mão de obra, entre outros. Nesse plano você vai descobrir o valor aproximado para abrir o negocio ou se ajustar a verba que você dispõe;
  3. Ofereça um produto de qualidade, com bons ingredientes, tenha serviços eficientes, mantenha-se competitivo;
  4. Faça gestão de custos. Às vezes, empresários não conseguem ver o lucro em suas vendas e aumentam preços. Em contrapartida, os clientes fogem. Um olhar detalhado na operação revela falhas, como desperdícios. Saber disso ajuda a otimizar os custos;
  5. Padronizar é importante. Não deixe seu cliente se decepcionar, principalmente depois de uma experiência positiva. Perda de padrão gera perda de clientes e recuperar um cliente insatisfeito é difícil. Uma boa dica é ter fichas técnicas para produção dos pratos, para ter o mesmo tamanho e qualidade das porções;
  6. Qualquer empresa precisa de bons colaboradores. Equipe treinada e motivada pode ser a peça mais valiosa. O garçom precisa saber vender e a cozinha tem que cozinhar nos padrões de produção. Deve haver harmonia entre os setores e um garçom deve ver, por exemplo, que foram cobrados itens que não foram consumidos;
  7. O cliente é a estrela. Com o resto em harmonia, trate-o bem, com educação e gentileza.

 

O que NÃO fazer depois do restaurante montado

  1. Tratar mal os funcionários
  2. Não deixar que os clientes darem um feedback
  3. Ignorar a reclamação dos clientes
  4. Dizer aos clientes que eles estão errados
  5. Ignorar as redes sociais
  6. Discutir com clientes online
  7. Não passar instruções claras aos funcionários
  8. Manter funcionários que são “peso morto”
  9. Ser inflexível em relação às regras
  10. Ignorar problemas
  11. Deixar que um cliente saia infeliz do seu restaurante
  12. Evitar dar feedback positivo aos funcionários
  13. Não colocar as necessidades dos clientes em primeiro lugar

 

Fontes: MB Soluções Empresariais e InFood.

Posts relacionados

Sobre o Autor: Agência Teia

Post fechado para comentários.